Forget Our Dreams

EP: Forget Our Dreams

She is Dead TENDA 383 by Lyrian Oliveira peq IMG_6482 (40)-1

SOBRE NÓS

She is Dead

Formada em 2019, em Curitiba – Paraná, a banda She is Dead traz
em suas músicas uma mistura de rock, punk, dirty rock e hardcore.
Os shows são intensos, com grande interação do público e muita
energia, que é o ponto alto da banda.

Kim Tonietto – baixista e vocalista
Ricky Volpato – bateria
Mau Carlakoski – vocal e guitarra

EP 2

Forget Our Dreams

  • Forget Our Dreams - EP - Stay Away
    2:58
  • Forget Our Dreams - EP - Story of Lies
    3:08
  • Forget Our Dreams - EP - Forget Our Dreams
    3:40
  • Forget Our Dreams - EP - I Wanna Live So High
    2:02

EP 1

Living in my Hate

Livin in my hate
  • Living in my Hate - EP - Living in my Hate
    2:16
  • Living in my Hate - EP - Walking in Blue Zoo
    2:24
  • Living in my Hate - EP - Dr. Kim Knows
    1:13
  • Living in my Hate - EP - Girl
    1:45

Matérias

Ver essa foto no Instagram

Esses dias chegou para mim um EP da moçada do "She Is Dead". Banda curitibana formada em 2015, literalmente com a faca nos dentes. O EP chamado "Forget Our Dreams", tem apenas 4 faixas. Aliás, quando a banda é boa, como é o caso dessa rapaziada, fico ali esperando com os olhos estalados esperando a 5ª faixa que nunca vem. ⠀ "She is Dead" é um power trio com Kim Tonietto no baixo e vocal, Ricky Volpato na bateria e Mau Carlakoski no guitarra e vocal. ⠀ Olha, não vou mentir pra você: eu sou um cara enraizado no progressivo, no heavy metal, no que é novo e confesso que fiquei bastante surpreso com o "She Is Dead". As duas primeiras faixas do EP, "Stay Away" e "Story for Lies" são o tipo de faixa que é bom não ficar por perto de quem está ouvindo. Facilmente me imagino dentro de um mosh correndo pra lá e pra cá com ozóinho amarelo. Alô @clementetadeu, essas duas aí não tem cadeira cativa no Filhos da Pátria? ⠀ A faixa de n.º 3, "Forget Our Dreams", diminui um pouco a velocidade e tem um tom bem mais suave, apesar da guitarra suja. Nessa faixa é claramente perceptível, pelo menos para mim, a influência de Pixies e do The Breeders. Enquanto eu ouvia a faixa, resolvi dar uma sapeadinha no release do site deles e BOOM: Pixies está entre as influências da banda! Show de Bola! Às vezes eu acerto uma. 😉 Gostei bastante da faixa título, que ouvi algumas vezes. Alô @mundolivrefm, já colocou a banda na programação? ⠀ A 4.ª faixa, "I Wanna Live So High", me deixou literalmente arrepiado. Aí eu vejo um pouco de influência da duplinha The Black Keys e lá no fundinho, mas bem no fundinho, os primórdios do Arctic Monkeys. O riff sujo da guitarra na intro e a bateria simples, mas tocada com muita vontade, me fazem pensar: hoje em dia, em tempos de músicas mais elaboradas, com a tecnologia facilitando a vidas dos músicos, ouvir bandas com "She Is Dead", mostra que, se você tem um banda que toca com simplicidade, influenciada pelo punk e pelo hardcore, tem espaço de sobra nas "rádios rock" espalhadas pelo Brasil, ou do mundo! ⠀ A rapaziada do @sheisdeadrock recebe com mérito um espaço aqui no Discoteca Básica! Prestem atenção nessa banda!

Uma publicação compartilhada por Discoteca Básica (@discotecabasica) em

Nosso Rock

O Nosso Rock de hoje fala sobre O rock n roll sem rótulos, com a banda She Is Dead

Publicado por Nosso Rock em Quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Clique aqui e Leia a matéria completa na Violent Noise

Videos Oficiais

FOTOS

Galeria

Redes Sociais